Semana Santa Diamantina

A Guarda Romana, de origem medieval, foi um dos pontos marcantes da Semana Santa em Diamantina

guarda-romana-diamantina

Guarda Romana – Créditos: Roberto Pereira de Araujo Junior

Na Sexta-Feira da Paixão, a Procissão do Enterro do Senhor percorreu as ruas do Centro Histórico de Diamantina – Minas Gerais, após o Sermão presidido pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Darci Nicioli.

A procissão leva às ruas o esquife do Senhor morto, seguido pelo andor da Nossa Senhora das Dores.

Em seguida teve a apresentação da Guarda Romana, uma das tradições que se mantém viva em Diamantina, ao som da banda de música do 3º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais.

A Confecção dos Tapetes de Rua

Na primeira hora do domingo, iniciou-se a confecção dos tradicionais tapetes de rua, feitos com serragem colorida para ornamentar o caminho da procissão.

Os tapetes, confeccionados pelos moradores da cidade e seus visitantes, enfeitaram o trajeto percorrido pela Procissão no centro histórico de Diamantina e receberam a encenação do Senhor Jesus Cristo ressuscitado.

Tapetes de Rua Diamantina

Tapetes de Rua – Créditos: Roberto Pereira de Araujo Junior

O Domingo de Páscoa

No Domingo de Páscoa pela manhã foi celebrada a Missa de Páscoa presidida por Dom Darci Nicioli, Arcebispo da Arquidiocese de Diamantina na Catedral Metropolitana de Diamantina

Após a missa, os fiéis saíram em Procissão para comemorar a Ressurreição do Senhor Jesus pelas ruas do centro histórico.

Um evento que vale a pena ser apreciado!

 


Compartilhe:

Noite argentina em Diamantina Canjica Doce com Amendoim